Orientação Médica Orientação Odontológica Orientação Nutricional Atividade Física
Jornal Omint
/ Falando em Saúde - Orientação Médica - Prevenção da Rubéola

 

Prevenção da Rubéola para a Gestação

A Rubéola é uma doença infecto-contagiosa que traz graves repercussões para o feto. Se a mãe apresentar a rubéola até 10 semanas de gestação, o bebê poderá nascer com alterações cardíacas, catarata, microftalmia, alterações de retina e microcefalia.

Após a 10ª semana e até a 18º semana de gestação, geralmente o bebê apresenta surdez e alterações neurológicas, com retardo do desenvolvimento.

O quadro clínico se caracteriza por febre baixa, dor de cabeça, perda de apetite, coriza, tosse, aumento de gânglios na região do pescoço e dores nas articulações.

O exantema (vermelhidão) na pele é mais intenso nas extremidades e dura até 5 dias.

A prevenção pode ser feita pela vacinação das pacientes não imunes (sorologia para rubéola com IgG e IgM negativos), desde que em uso de métodos anticoncepcionais por um período de 3 meses após a vacinação.

Também deveriam ser vacinadas todas as crianças aos 18 meses de idade e as puérperas que ainda não tenham imunidade à rubéola.

Dra. Cecy Barreto
Ginecologia e Obstretrícia
Rua Teodoro Sampaio, 1765 11º andar conj.112 - Pinheiros - São Paulo/ SP
Tel: (11) 3083-5162 / (11) 3082-6428