Jornal Omint - Outubro/2006
       
     
 
 

 

Maria Fernanda Cândido, 31 anos, à primeira vista parece a mesma mulher. Mas a bella donna que na novela Terra Nostra (Globo, 2000) chamou a atenção pela semelhança com a atriz italiana Sophia Loren, viveu no último ano algumas revoluções em sua vida. Teve casamento, lua-de-mel em Paris, casa nova, gravidez... Naturalmente, em vez de decorar os textos de uma nova peça, ela se dedicou a outro papel: aprender a ser mãe. Preparou-se de corpo e alma para receber o filho, Tomás, que acabou vindo um mês antes do previsto. “As malinhas que encomendei nem tinham ficado prontas”, ela conta. “Cheguei na maternidade de mochila.” A vida real tem dessas coisas. “Depois, a enfermeira deu o cano, fiquei um mês sem dormir... Tive de olhar para o meu filho, pensar, reagir. Não é simples!” Os 12 quilos que Maria Fernanda ganhou na gestação sumiram em 15 dias. Pode parecer a glória, mas para ela foi um susto. “Meu filho mamava muito. O médico
recomendou uma dieta mais pesada e aí passei a comer arroz-doce com leite condensado, canjica, feijão...” Enquanto decide sobre o almoço de Tomás, a visita a uma escolinha e o horário do ensaio – a nova peça estréia, finalmente, em outubro – ela fala da própria beleza como resultado de equilíbrio e vida saudável. E garante: quer ter mais filhos. “Eu me sinto uma pessoa mais generosa depois de ser mãe. A vida ganha um sentido muito maior.”