Odontologia estética e harmonização facial: o que é e para que serve?

Entre benefícios estéticos e funcionais, saiba como esses procedimentos podem ajudar você

Publicado por administrador

15 de março de 2022

A odontologia estética e a harmonização facial surgiram com o objetivo de auxiliar pacientes com queixas de características que podem ser desagradáveis, provendo harmonia entre o sorriso e toda a aparência do rosto. Para entender um pouco mais sobre os procedimentos disponíveis, como são feitos e seus benefícios, ou ainda como procurar um profissional qualificado, separamos os principais pontos que você precisa saber sobre o assunto.

Neste artigo, você vai conferir:


O que é odontologia estética?

Sabemos que estar em harmonia com a nossa aparência faz parte da construção da autoestima. Afinal, é necessário que estejamos felizes e satisfeitos ao nos olharmos no espelho, não é mesmo?

A odontologia estética e harmonização facial surgiram com a finalidade de facilitar esses processos, auxiliando em diversos problemas que podem ser verdadeiros incômodos, como dentes manchados, desgastes nos dentes, trincas, dentes desalinhados, muita exposição da gengiva ao sorrir, falta de dentes e até mesmo formato do rosto ou volume dos lábios.

Tanto a odontologia estética quanto a harmonização orofacial oferecem conjuntos de procedimentos com os quais o objetivo final é promover melhor qualidade de vida ao paciente. Além dos objetivos funcionais e dos benefícios à saúde bucal, esses processos ainda podem auxiliar no bem-estar psicológico de cada paciente.

As necessidades de cada paciente são únicas. Por isso, é essencial uma conversa sincera entre paciente e profissional para que sejam decididos quais procedimentos podem ser feitos para que o incômodo seja corrigido.

 

Quais os principais procedimentos da odontologia estética e harmonização facial?

Dentro da odontologia estética, muitos procedimentos podem ser realizados – inclusive combinados entre si – para que o resultado deixe o paciente o mais satisfeito possível. Vamos conferir alguns exemplos e suas indicações:


Procedimentos da odontologia estética


Clareamento dental:
é um procedimento que pode ser realizado em consultório ou com o uso de moldeiras com produtos aplicados em casa. Em ambos os casos, o processo é feito e orientado pelo dentista, que pode decidir com você a melhor opção.

No caso do tratamento feito 100% no consultório, aplica-se um gel aplica-se um gel próprio para uso profissional nos dentes, em algumas idas ao dentista até que o tratamento seja totalmente finalizado. Caso a opção seja o uso de moldeiras, o processo funciona um pouco diferente.

Em uma ida ao dentista, ele fará uma moldeira personalizada para os seus dentes e indicará o uso do gel de clareamento específico para o seu caso. O gel deve ser aplicado na moldeira e colocado sobre os dentes. Esse processo é feito geralmente durante a noite, ou seja, você faz o clareamento enquanto dorme.

É importante reforçar que ambos os procedimentos são feitos com indicação profissional para pessoas que se sentem incomodadas com o escurecimento dos dentes e desejam que eles fiquem mais brancos novamente.

Lentes e facetas: são tipos diferentes de correções, porém ambas têm o mesmo objetivo: deixar o sorriso mais harmônico. Funcionam como novas “capas” para os dentes anteriores (incisivos e caninos), e dependendo do sorriso alguns posteriores (pré-molares) também podem precisar. As lentes são bem finas e exigem pouco ou quase nenhum desgaste para sua colocação. Já as facetas têm maior espessura e exigem um pouco mais de desgaste. Ambas podem ser feitas de porcelana.

A indicação depende de cada caso e de qual resultado o paciente está buscando. Porém, as queixas de quem procura esse tipo de tratamento são bem parecidas: insatisfação com o formato ou a cor dos dentes, diastemas (espaço entre os dentes) ou até mesmo trincas e manchas.

Restauração em resina: também tem como objetivo a correção de pequenas imperfeições nos dentes. Porém, diferentemente das facetas e lentes, não tem a mesma estabilidade de cor e é indicada para correções menores, mas com a vantagem de ter pouco ou nenhum desgaste dos dentes.

Aparelhos ortodônticos: já são utilizados para alinhamento dos dentes há anos. Porém, por muito tempo foram vistos como algo desagradável de ser usado por serem muito aparentes ou até mesmo por atrapalharem o sorriso.

Hoje, é possível alinhar os dentes com mais facilidade, pois aparelhos transparentes, chamados estéticos, já estão disponíveis no mercado. Hoje é possível alinhar os dentes até mesmo com aparelhos removíveis, como o caso do Invisalign.

Gengivoplastia: é um procedimento para quem tem excesso de gengiva sobre os dentes. Algumas vezes, a gengiva pode cobrir demais parte dos dentes, o que acaba afetando o sorriso ou fazendo com que os dentes fiquem pouco aparentes. O procedimento consiste em remover esse excesso, deixando o sorriso mais aparente e bonito.

É um procedimento feito no próprio consultório com anestesia local e pode trazer muitos benefícios para a autoestima do paciente.

Implantes dentários: o procedimento de colocação de implante dentário consiste, primeiramente, na colocação de um pino, fixado no osso abaixo da gengiva por meio de cirurgia caso o dente já esteja ausente. Se o paciente ainda possui parte do dente, é necessário retirá-lo. Depois, se coloca a coroa do dente para substituir o dente original.

Diferentemente do que se imagina, o implante nem sempre é procurado apenas por pessoas já mais idosas, que podem ter perdido os dentes com o tempo. Pacientes que sofreram alguma perda dentária por acidente, ou que precisam tirar algum dente por outra indicação, também são candidatos aos implantes.

Todo o processo do implante é um pouco mais longo e exige algumas consultas e paciência com o tempo de cicatrização da colocação do pino, por exemplo, até que a coroa do dente possa ser fixada e você possa sorrir de forma confiante de novo.


Procedimentos da harmonização facial


Preenchimento com ácido hialurônico:
cada vez mais popular, é utilizado para dar volume para algumas áreas do rosto. Entre os mais comuns, podemos destacar aumento do volume e definição dos lábios, aumento do queixo e modelagem do nariz para conferir um perfil mais harmônico, preenchimento da mandíbula, olheiras, maçãs do rosto e o famoso “bigode chinês”, queixa muito comum entre as mulheres.

O procedimento é simples e rápido, também feito no consultório e não é definitivo, uma vez que o ácido hialurônico é absorvido pelo nosso corpo. Porém, o tempo de absorção pode variar de uma pessoa para outra, pois depende de cada organismo.

Tratamento com toxina botulínica: é feito para a correção de rugas ou marcas de expressão. Pode ser feito em rugas já presentes ou mesmo como forma de prevenção.

Essa toxina paralisa temporariamente o músculo, impedindo que as marcas apareçam em nosso rosto. O tempo de durabilidade pode durar em média 6 meses, mas, assim como o ácido hialurônico, também depende de cada organismo.

Muitas pessoas ainda acreditam que o uso da toxina botulínica pode paralisar demais o rosto e fazer com que a pessoa fique sem expressão, mas isso é apenas um mito. A verdade é que com a aplicação feita de forma correta, com a quantidade certa e executada por um profissional qualificado, o procedimento traz somente benefícios e ainda eleva a autoestima do paciente.

Bioestimuladores: com o passar do tempo, nosso corpo produz cada vez menos colágeno, que é responsável por deixar a pele mais lisinha, firme e hidratada. Dentro da harmonização facial, o uso de bioestimuladores consiste na aplicação de colágeno em áreas específicas, com uma seringa, para estimular a produção dessa proteína.

Esse procedimento é muito mais profundo do que tratamentos feitos com cremes, por exemplo, e age diretamente nas camadas mais profundas da nossa pele.

Todos os procedimentos citados podem ser feitos isoladamente ou combinados. Tudo vai depender do desejo do paciente e do que ele busca no momento.

 

Quais os benefícios da odontologia estética e harmonização facial?

Quando não estamos felizes com o que vemos no espelho, diversos problemas de autoestima podem surgir. O papel da odontologia estética e harmonização facial é fazer com que você possa corrigir imperfeições que incomodam e possa ter uma vida mais saudável e feliz.

Seja para correções funcionais, como substituição de dentes ou alinhamentos para que possa falar e mastigar melhor, seja para funções estéticas, como aumento de lábios ou correção de marcas de expressão, é importante que você fique feliz com o resultado e mantenha a autoestima em dia.

É imprescindível conversar com o seu profissional e dizer o que o incomoda, para que ele possa explicar o que é possível ser feito. Dessa forma, as chances de você ficar satisfeito com o resultado são as maiores possíveis.

 

Como encontrar um profissional qualificado?

Para qualquer procedimento citado acima, é necessário que você saiba encontrar um profissional qualificado para realizar o procedimento.

Procure saber sobre o profissional, pesquise sobre a clínica e não tenha medo de perguntar. Apesar de serem procedimentos simples, todos precisam de muito estudo, dedicação e certificações para serem realizados da forma correta. Lembre-se: somente profissionais qualificados podem realizar os procedimentos.

Nunca confie em procedimentos com valor muito baixo de custo. Naturalmente, os produtos utilizados em todos os procedimentos citados podem ter valor mais elevado, fazendo com que realmente todo o processo fique mais caro.

Agora que já sabe grande parte dos procedimentos que podem ser feitos para auxiliar na sua autoestima, você sabia que a Omint possui uma clínica de odontologia e estética e pode auxiliar com os procedimentos citados?

Clique aqui e entre em contato para agendar uma avaliação! Ou nos siga pela nossa página do Instagram @omintodontoestetica.

Responsáveis Técnicos:
Mauricio Abissamra CRO40238
Milton Maluly CRO38955

Deixe seu comentário

Comentário enviado para a moderação.

Por favor aguarde!

Assine nossa Newsletter

E-mail cadastrado com sucesso