Artigos | Odontologia |

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Ortodontia

Os antigos já diziam: a saúde começa pela boca.

06/02/2018

Os antigos já diziam: a saúde começa pela boca.
Atualmente, isso é entendido de duas maneiras: de um lado, está a natureza dos alimentos que ingerimos; de outro, a maneira como os mastigamos, que irá ajudar ou dificultar sua digestão.

 

Para a mastigação correta, nada mais importante que uma boa dentição – inclusive no equilíbrio estético e funcional dos dentes. É neste cenário que surge a ortodontia, corrigindo imperfeições que podem parecer isoladas, mas que prejudicam todo o organismo.

 

O que é ortodontia?
A ortodontia é uma especialidade que visa a correção das imperfeições dentais e faciais através de aparelhos fixos ou removíveis. Cria-se um equilíbrio entre os maxilares e tecidos circunvizinhos para que ocorra uma correta mastigação, que por sua vez é o início do ciclo da digestão dos alimentos. A harmonia facial envolve a oclusão dos dentes e suas bases ósseas, o que garante uma mastigação correta.

 

Quando a prevenção ortodôntica é realizada, além de evitar problemas futuros, ganha-se saúde de uma forma geral, pois, mastigando melhor os alimentos, eles serão melhor absorvidos pelo organismo.

 

Quando é indicado o tratamento?
O tratamento ortodôntico será indicado se for diagnosticado o mau posicionamento dentário ou esquelético.

 

Problemas comuns:
Classe I – As arcadas dentárias estão bem posicionadas, mas não há espaço suficiente para que todos os dentes se acomodem.

Classe II – A arcada superior está muito à frente, ou a inferior está muito para trás.

Classe III – A arcada inferior está à frente da superior ou a arcada superior está muito para trás.

Mordida aberta – Quando, na mordida, os dentes inferiores não tocam os superiores.

Mordida cruzada – Quando, na mordida, os dentes superiores ficam por dentro dos inferiores.

Mordida profunda – Quando, na mordida, os dentes superiores cobrem os dentes inferiores.

 

Qual a melhor idade para o tratamento?
Atualmente o tratamento ortodôntico, com as técnicas e materiais modernos, pode beneficiar desde uma criança com problemas em estágio inicial, até um adulto com problemas em níveis mais avançados.

 

A criança, a partir do nascimento, deve ser acompanhada por um odontopediatra, que dará orientação adequada quanto à prevenção dos maus posicionamentos dentários. Quando necessário, será indicado um tratamento ortodôntico.

 

Alguns problemas precisam de tratamento já aos 4 anos de idade! Portanto, é importante estar atento aos sinais de um possível problema dentário ou esquelético, independentemente da idade.

 

O adulto, muitas vezes, necessita de tratamento devido a alguns sintomas como dores de cabeça, dores e estalidos na face (músculos e/ou articulações), dores e zumbidos nos ouvidos, pouca abertura de boca etc. Estes sinais podem ter sua origem em um mau posicionamento dentário. Muitos deles são difíceis de serem percebidos e somente o dentista poderá detectá-los e indicar o melhor tratamento.

 

Tratamento ortodôntico em crianças
Fase I – É o período de tratamento preventivo, através de aparelhos fixos e/ou removíveis.

São dadas as condições para que os dentes permanentes erupcionem corretamente.

Fase II – É o período de tratamento corretivo, isto é, o problema já está instalado.

Através do aparelho fixo serão corrigidos todos os dentes que se apresentem mal posicionados.

 

Tratamento ortodôntico em adultos
Atualmente um grande número de adultos está se submetendo ao tratamento ortodôntico. Isto se deve, principalmente, às técnicas inovadoras e aos materiais modernos, que permitem que você, mesmo com aparelho, continue com as suas atividades normais.

 

Tratamento ortodôntico/cirúrgico
Quando há um problema envolvendo tamanho de base óssea na idade adulta, é indicado o tratamento ortodôntico associado à cirurgia ortognática. Primeiro os dentes são corrigidos com aparelho ortodôntico fixo, e depois, na etapa cirúrgica, são corrigidos os problemas esqueléticos (tamanho da base óssea).

 

Benefícios
O maior resultado do tratamento é propiciar melhora sensível da autoestima do paciente através da excelência estética, além do menor índice de cáries e menor acúmulo de tártaro pela facilidade de higienização dos dentes quando estão corretamente alinhados. Com os dentes em posições corretas, ocorre uma melhor distribuição das forças oclusionais durante a mastigação, protegendo as raízes dos dentes, os ossos de sustentação, as gengivas e as articulações têmporo-mandibulares.

 

Tecnologia
Atualmente, o uso de alinhadores (Invisalign) para correção das alterações de posicionamento dos dentes é a forma mais estética de tratamento ortodôntico, com resultados semelhantes aos obtidos com tratamentos convencionais. Este tratamento consiste no uso de placas de acetato transparentes, que movimentam os dentes gradualmente.

 

Além disso, os aparelhos fixos convencionais atuais permitem um tratamento realizado em menor espaço de tempo, com necessidade de aplicação de menos força sobre os dentes, gerando menos desconforto ao paciente.

 

Na Clínica Odontológica Omint, além do Invisalign, utilizam-se aparelhos ortodônticos e ortopédicos removíveis ou fixos, aparelhos estéticos (transparentes) e metálicos.