Habilidades comportamentais mais valorizadas pelas empresas

Você sabe quais são? Elas podem ser a chave para o sucesso profissional.

Publicado por administrador

19 de maio de 2022

É comum que, nos currículos e fichas de oportunidades de emprego, os candidatos discorram sobre as suas experiências e as suas capacidades técnicas. Mas, a cada dia, mais as habilidades comportamentais ganham espaço nos fatores de decisão quando o time de Recursos Humanos precisa contratar ou valorizar um colaborador.

Vamos falar sobre o que tem motivado essa transformação, quais são as habilidades comportamentais mais valorizadas pelos recrutadores e empresas, e como desenvolvê-las.

 

Habilidades comportamentais: o que são?

Habilidades comportamentais são todas as habilidades e competências que facilitam as relações humanas, permitem que as pessoas realizem interações, exerçam diversas atividades, e se desenvolvam em múltiplas áreas de sua vida. Como o nome já diz, estão atreladas aos comportamentos e ações dos indivíduos.

Também chamadas de soft skills, são do âmbito pessoal, de relacionamentos, e não são técnicas.
Alguns exemplos de habilidades comportamentais são: o trabalho em equipe, o pensamento crítico, a resiliência e a liderança.

 

Por que as soft skills são importantes?

Como falamos acima, as soft skills são habilidades que impactam em todas as relações da vida das pessoas, e isso inclui o mercado de trabalho. A ausência de habilidades comportamentais tem se tornando um dos principais motivos para desligamentos de colaboradores nas corporações, ainda mais em um momento de tantas mudanças como o que passamos em meio à emergência sanitária provocada pela COVID-19 nos últimos dois anos, quando ter resiliência foi uma necessidade profunda para todos.

Nos processos de recrutamento e seleção, as soft skills são tão consideradas, e até mais, do que as hard skills – ou habilidades técnicas –, afinal é importante saber como um profissional vai reagir diante de um desafio tanto quanto é importante saber se ele conhece o uso de uma determinada ferramenta.

Segundo uma pesquisa realizada pela SkillSurvey, 77% dos empregadores consideram as soft skills tão importantes quanto as hard skills. Levando em conta que em um futuro não tão distante será possível que máquinas e robôs dominem com excelência as habilidades técnicas, as habilidades comportamentais ganham ainda mais destaque, pois não são tão facilmente substituíveis.

Equipes que contam com colaboradores que têm habilidades comportamentais bem desenvolvidas tendem a ter maior produtividade em função do otimismo, motivação, boa comunicação e empatia presentes, ou seja, em função das habilidades comportamentais existentes e tão importantes.

 

Quais habilidades comportamentais são mais valorizadas?

Entre as habilidades comportamentais, existem algumas que são as mais valorizadas pelas organizações e que vale a pena você conhecer para entender no que precisa investir a fim de se desenvolver ao buscar por uma colocação no mercado de trabalho.

 

1. Liderança

Ao falarmos de liderança não estamos falando apenas de cargos de gestão, mas da habilidade de inspirar e conduzir pessoas e processos independentemente do posto que está sendo ocupado. A autogestão também é uma característica de liderança importante.

Dominar o projeto, o processo, a rotina e liderar as suas tarefas e aos seus companheiros para que possam alcançar os melhores resultados é uma habilidade importante.

Segundo pesquisa da Udemy, empresas com boas lideranças conseguem o comprometimento de 89% de seus funcionários.

Ou seja, liderança é um atributo fundamental para o sucesso das equipes.

O modelo de liderança gentil tem ganhado destaque nas empresas atualmente.

 

2. Trabalho em equipe e colaboração

Ainda que em tempos de trabalho remoto e home office, o trabalho continua sendo uma atividade social e inclui relacionamentos e interdependência, por isso é importante que os profissionais saibam atuar em equipe de forma coordenada e harmoniosa.

Um profissional que consegue construir em conjunto e dá espaço para que as melhores habilidades de diversas pessoas sejam agregadas às tarefas irá somar todos os talentos disponíveis, potencializar as habilidades e, assim, alcançar melhores resultados.

Trabalho em equipe exige ainda muita inteligência emocional, que é uma das soft skills mais desejadas pelo mercado, pois a empatia facilita o contato entre membros da equipe, no atendimento aos clientes e na gestão.

 

3. Oratória, comunicação assertiva e entrevistas

Saber usar a fala da melhor forma é uma habilidade muito importante, seja para convencer os clientes, para motivar as equipes, para descobrir mais detalhes sobre as tarefas a serem executadas ou para explicar corretamente o que está sendo trabalhado.

Por isso, as soft skills que envolvem falar em público, argumentar com segurança, ter um discurso claro e persuasivo são importantes para as empresas e para o sucesso individual de cada profissional.

 

4. Habilidades de rotina

Outras habilidades comportamentais que fazem a diferença são as que promovem melhorias na rotina de trabalho como a gestão de tempo, resiliência, gestão do estresse e gestão de mudanças.

São habilidades que não concernem a questões técnicas, mas que influenciam na relação das pessoas com o meio e com as tarefas, e impactam na sua atuação e no clima organizacional.

 

Como desenvolvê-las?

De fato, algumas pessoas já nascem com certas soft skills mencionadas acima, mas elas também podem ser desenvolvidas ao longo da vida. Sempre é tempo para aprender, aprimorar e moldar as suas habilidades comportamentais.

Muito provavelmente, o principal argumento para a postergação do investimento em desenvolver soft skills esteja relacionado à falta de tempo para dedicar-se aos cursos, workshops e treinamentos oferecidos no mercado com foco em promover tais habilidades. Porém, é importante lembrar que a presença de uma dessas habilidades pode ser fator decisivo para que uma pessoa consiga a vaga dos seus sonhos.

Além de dedicar-se aos cursos, existem outras atividades que auxiliam no desenvolvimento de soft skills.

Por exemplo, as práticas esportivas são um ótimo meio para treinar habilidades de autocontrole, equilíbrio emocional, colaboração, foco e resiliência.

Cursos de atividades manuais, como pintura e bordado, e artes, como fotografia, são um bom meio de desenvolver a atenção aos detalhes, o que é um diferencial enorme em meio às tarefas corridas da vida cotidiana de uma empresa.

Resolução de problemas e lógica podem ser trabalhados por meio de jogos de tabuleiro, caça-palavras, sudoku e xadrez.

Dança, teatro, debates e clubes de livros são um excelente caminho para aprimorar oratória, persuasão e comunicação assertiva.

É importante que metas sejam traçadas para que você possa ter a disciplina necessária na busca pelo desenvolvimento das soft skills.

Escolha uma habilidade para trabalhar. Pode ser a que mais lhe falta ou aquela que você acredita ter maior potencial, mas invista em ferramentas para desenvolvê-la. Assim você galgará sua posição de destaque no mercado de trabalho.

Deixe seu comentário

Comentário enviado para a moderação.

Por favor aguarde!

Assine nossa Newsletter

E-mail cadastrado com sucesso