Você sabe o que é um Business Partner?

Função estratégica no RH aproxima a gestão de pessoas dos negócios

Publicado por administrador

25 de maio de 2022

A atuação dos times de Recursos Humanos está sempre em evolução, assim como o próprio mercado de trabalho e as necessidades das empresas e dos colaboradores.

Pessoas e companhias buscam conexões com resultados positivos para ambos. Nesse cenário o Business Partner é uma função estratégica que conecta a área de Recursos Humanos com os demais setores da empresa e atuando com a liderança da organização, apoia o desenvolvimento e direcionamento de processos de gestão para os objetivos organizacionais.

Neste artigo vamos falar mais sobre esse profissional, como ser um Business Partner, seu papel, o que ele pode fornecer para as empresas e mais.

Acompanhe conosco.

 

O que é um Business Partner?

Business Partner – em português pode ser chamado de parceiro de negócios – é um colaborador que geralmente faz parte da equipe de Recursos Humanos e entende muito bem dos negócios da empresa e também das necessidades dos times individualmente. Ele consegue ser o elo entre essas duas pontas: as lideranças e os colaboradores.

Por seu profundo conhecimento tanto do operacional quanto de gestão, torna-se um apoio importante para os gestores e proporciona mais eficiência aos processos. Agindo como consultor interno, facilita o alinhamento entre lideranças e equipes encaminhando soluções de formas simples.

É uma posição mais comum em grandes corporações, mas que vem ganhando popularidade e espaço em empresas médias. Considerada uma função muito estratégica – pois atua para aconselhar a tomada de decisões operacionais –, fornece insights e acompanha as finanças a fim de que os melhores resultados sejam atingidos.

O esperado de um BP é que saiba auxiliar de forma completa. Exemplos: ele deve saber qual o perfil ideal de um candidato para determinada área, se há necessidade de algum treinamento específico para certa equipe, as oportunidades de desenvolvimento em um setor e como embasar os cálculos remuneratórias de um time.

 

Qual o papel e as atribuições de um Business Partner?

O BP tem o papel de conectar e integrar o RH com os negócios de forma a ser mais estratégico. Ele é o contato direto entre a área de capital humano e os demais setores do negócio, ou seja, se relaciona com as lideranças da empresa e colabora como conselheiro da alta administração da companhia.

As principais atribuições de um Business Partner são:

• acompanhar processos, políticas e fluxos em sua execução e eficiência;
• lidar com emergências que envolvam cortes, contratação, estratégias de cultura organizacional e afins;
• implantar estratégias e melhorias organizacionais para médio e longo prazo;
• auxiliar com soluções para necessidades dos colaboradores;
• organizar e sugerir equipes que potencializem a eficiência do negócio;
• prever gaps, riscos, necessidades de treinamentos e oportunidades que impactem no desempenho da empresa.

Resumindo: a atuação do Business Partner está diretamente ligada com o objetivo de potencializar os resultados e a eficiência organizacional por meio de práticas e elementos da rotina de Recursos Humanos. Tudo isso com base em um profundo alinhamento entre times e objetivos de negócio.

Valorização de equipes, processos bem delimitados, assertividade e conhecimento sobre a organização são elementos constantes da rotina do parceiro de negócios.

Todo esse suporte que o Business Partner oferece para os gestores é baseado em dados e análises que sustentam as tomadas de decisão.

Um bom exemplo da atuação desse profissional é no momento das contratações. Enquanto líderes e gestores compreendem muito sobre as hard skills necessárias, o BP é focado em identificar as soft skills, que são imprescindíveis, ou nos treinamentos que serão primordiais para aquela pessoa ou time em questão.

 

Por que ter essa posição em uma empresa?

Tomar decisões acertadas é um objetivo geral de todas as companhias porque evita perda de recursos. É fato: cada vez mais a velocidade exigida para essas escolhas determina o sucesso dos negócios.

Ter um profissional focado em tomar essas decisões certamente será um diferencial competitivo. Por estar alinhado com os objetivos do negócio e sem descuidar dos colaboradores, o parceiro de negócios é uma posição estratégica para lidar com os planos de ação dos Recursos Humanos.

Em tempos em que o capital humano ganha cada vez mais relevância para o bom desempenho das corporações como um todo, esse profissional oferece um olhar especializado e experiência em gerir e lidar com tarefas que nem sem sempre os gerentes diretos estão aptos, facilitando a otimização dos processos.

Seja para a melhora das operações comerciais, financeiras ou de marketing, o BP poderá auxiliar com estratégias para o bom gerenciamento das equipes e entregas.

 

Como ser um Business Partner?

Para ingressar na carreira de Business Partner, é interessante que o profissional tenha algumas habilidades como:

• ter visão estratégica: para acompanhar o todo e cada particularidade a fim de conseguir planejar as melhores ações;
• ser generalista: é importante ter conhecimento técnico sobre finanças, gestão de pessoas, indicadores, métricas e de tudo um pouco que possa contribuir para os melhores resultados;
• ser comunicativo e proativo: por ser um elo entre lideranças e times e por muitas vezes precisar mediar conflitos, é essencial ser bom de comunicação e ter a proatividade necessária para tomar decisões.

Para ingressar nessa carreira, um bom caminho é começar desenvolvendo essas habilidades. Há no mercado alguns cursos de especialização para quem deseja seguir a carreira de Business Partner. Não é exigida uma formação específica.

 

Conclusão

As empresas vêm adotando um RH cada vez mais estratégico, o que traz ainda mais relevância para a função de Business Partner.

Poder contar com um parceiro de negócios na empresa favorece o bom desempenho do time, leva a decisões assertivas e reduz o estresse de lideranças ao apoiá-las com insights, métodos e ferramentas de gestão.

Com o desenvolvimento das tecnologias e a concorrência que cresce em alta velocidade, contar com esse profissional pode ser o grande diferencial para um planejamento de futuro eficiente e sustentável.

Para as empresas que estão focadas em serem bem-sucedidas, vale a pena cogitar abrir o espaço em seu quadro para esse profissional.

Deixe seu comentário

Comentário enviado para a moderação.

Por favor aguarde!

Assine nossa Newsletter

E-mail cadastrado com sucesso